blog

Dividir a senha da Netflix com família e amigos está com os dias contados?

28/01/2019 Leandro Cavalieri
Dividir a senha da Netflix com família e amigos está com os dias contados?

Confesse. Das duas, uma: ou você já dividiu a senha da sua conta da Netflix com várias pessoas ou então pediu a senha emprestada de alguém para ver as suas séries. Só que uma empresa de segurança digital desenvolveu um sistema inteligente que pode acabar de vez com essa prática-- ou, ao menos, dificultá-la. 

Com ajuda da inteligência artificial (IA), a empresa consegue detectar se uma mesma senha está sendo usada por usuários diferentes, explica a empresa Synamedia, responsável pela tecnologia.

Ou seja, a IA pode dedurar o uso indevido para a dona do serviço de vídeos. 

O compartilhamento de senhas é algo muito comum e algumas empresas até oferecem planos em que é permitido criar um número determinado de perfis dentro de uma única conta de usuário. 

Só que empresas como Netflix, HBO Go, Amazon Prime e outras não devem gostar muito quando seus usuários acabam excedendo certos limites, já que uma pessoa paga e várias se aproveitam disso. Logo, pode ser uma saída para elas terem mais controle sobre os serviços prestados.

Segundo a Synamedia, a plataforma está em teste por várias empresas de TV paga.

Como funcionaria?

A Netflix (ou qualquer outra empresa de serviço de vídeos), por exemplo, pode adquirir o programa da Synamedia -- Credentials Sharing Insight -- para começar a entender o comportamento de seus usuários.

Tudo com ajuda de relatórios que conseguem rastrear e analisar se internautas diferentes estão logados com o mesmo acesso e usando dispositivos diferentes.

Pensa bem. Você mora em São Paulo e acessa constantemente a sua conta de um celular da marca X. Um primo que mora no Rio de Janeiro usa a mesma conta para ver séries na TV da marca Y. Um grupo de 5 amigos que moram no exterior também usa a sua senha para acessar os filmes da empresa. Por algum descuido, o seu usuário e senha começam a ser usados por pessoas desconhecidas sem você saber. 

O sistema inteligente conseguiria detectar esse padrão de comportamento diferente e emitiria um alerta para a Netflix sobre esse uso suspeito. 

Os casos de compartilhamento de senhas com familiares ou um número determinado de pessoas (conforme previsto na contratação do serviço) são mais tranquilos. Não teria mudanças. As empresas até poderiam usar as informações para enviar mensagens de alerta com conteúdos promocionais para uma assinatura de um "pacote família" personalizado para agradar os clientes. 

No entanto, ao detectar comportamentos muito fora do padrão e suspeitar de usos indevidos das senhas, as empresas poderiam mudar estratégias e até punir internautas dependendo do caso. A venda ilegal de senhas em grande escala é outro exemplo. Ficaria mais fácil detectar o problema e resolvê-lo.

Fonte: UOL

Compartilhar nas redes sociais

posts relacionados

© Winsite 2012-2019. Todos os direitos reservados.

Logotipo Winsite Agência Web