blog

Configurar os sites para dispositivos móveis para que sejam indexados com precisão

04/08/2018 Leandro Cavalieri
Configurar os sites para dispositivos móveis para que sejam indexados com precisão

Independentemente da configuração escolhida para o site para dispositivos móveis, há pontos essenciais que devem ser observados:

  1. Se você usar a Exibição dinâmica ou tiver um site diferente para dispositivos móveis, sinalize para o Google quando uma página tiver formatação para dispositivos móveis (ou tiver uma página equivalente formatada para dispositivos móveis). Isso ajuda o Google a veicular seu conteúdo com precisão aos usuários nos resultados da pesquisa.
  2. Ao usar o Web design responsivo, use a metatag name="viewport" para informar ao navegador como ele deve se ajustar ao conteúdo. Se você usar a Exibição dinâmica, use o cabeçalho HTTP Vary para sinalizar suas alterações dependendo do user agent. Se você usar URLs diferentes, sinalize a relação entre os dois URLs pela tag <link> com os elementos rel="canonical" e rel="alternate".
  3. Mantenha os recursos rastreáveis. Bloquear recursos da página pode fornecer ao Google um resumo incompleto do seu site. Isso geralmente acontece quando seu arquivo robots.txt bloqueia o acesso a alguns ou a todos os recursos da página. Se o Googlebot não tiver acesso aos recursos da página, como a CSS, o JavaScript ou as imagens, talvez não seja possível detectar que ela foi desenvolvida para exibir conteúdo e funcionar em navegadores de dispositivos móveis. Em outras palavras, podemos não detectar que a página é "compatível com dispositivos móveis" e, portanto, não a exibir adequadamente aos usuários de dispositivos móveis que realizarem pesquisas.
  4. Evite erros comuns que frustram os visitantes em dispositivos móveis, como vídeos que não podem ser reproduzidos (por exemplo, quando um vídeo em Flash apresenta conteúdo significativo da página).
  5. As páginas para dispositivos móveis que oferecem uma experiência insatisfatória ao usuário podem ser rebaixadas nas classificações ou exibidas com um aviso nos resultados da pesquisa de dispositivos móveis. Isso inclui, sem limitações, intersticiais de página inteira49 em dispositivos móveis que dificultam a experiência do usuário.
  6. Forneça a funcionalidade completa em todos os dispositivos. Os usuários de dispositivos móveis esperam encontrar os mesmos recursos (como os de páginas de comentários e de check-out) e conteúdo nos dispositivos móveis e em todos os dispositivos para os quais seu site oferece suporte. Além do conteúdo textual, certifique-se de que todas as imagens e todos os vídeos importantes foram incorporados e podem ser acessados em dispositivos móveis. Para os mecanismos de pesquisa, forneça todos os dados estruturados e outros metadados (como títulos, descrições, elementos de link e outras metatags) em todas as versões das páginas.
  7. Verifique se os dados estruturados, as imagens, os vídeos e os metadados que você possui no seu site para computadores também foram incluídos no site para dispositivos móveis.

 

Práticas recomendadas

  • Execute o teste de compatibilidade com dispositivos móveis50 nas suas páginas para ver se o Google acha que o site funciona bem em dispositivos móveis.
  • Se você usar URLs diferentes para suas páginas de dispositivos móveis, teste tanto o URL para dispositivos móveis quanto o URL para computadores, a fim de confirmar se o redirecionamento foi reconhecido e pode ser rastreado.

Fonte: https://support.google.com/webmasters/answer/7451184

Compartilhar nas redes sociais

posts relacionados

© Winsite 2012-2018. Todos os direitos reservados.

Logotipo Winsite Agência Web