blog

Como saber se alguém está acessando o seu e-mail?

24/01/2019 Leandro Cavalieri
Como saber se alguém está acessando o seu e-mail?

O site Have I Been Pwned? (HIBP) identifica se o seu e-mail já esteve envolvido em algum vazamento de dados. Você pode consultar o site aqui — basta digitar o seu e-mail.

Mesmo que seu endereço seja encontrado em um vazamento, isso não significa que o seu e-mail em si (sua caixa de entrada) foi acessada ou clonada. Os vazamentos não envolvem diretamente o seu e-mail, mas sim outros serviços em que você se cadastra.

Digamos que você se cadastre com seu e-mail em uma loja de e-commerce e essa loja sofra um vazamento: o seu e-mail vai aparecer nesse vazamento por estar relacionamento à loja, mesmo que a sua caixa de entrada em si não tenha sido acessada.

É por isso que é muito importante nunca usar uma senha repetida para a sua conta de e-mail. Se você repetir a senha em qualquer serviço, um hacker que tiver acesso a esse vazamento logo tentará a mesma senha para acessar o seu e-mail e, nesse momento, suas mensagens e seu endereço estarão nas mãos dos bandidos.

Você também pode consultar o site Minha Senha, que informa todas as senhas vazadas associadas ao seu e-mail. Se a senha que você usa na sua conta de e-mail aparecer entre elas, então há uma boa chance de sua conta de e-mail ter sido acessada.

Por fim, você deve verificar a lista de acessos ao seu e-mail. Cada provedor de serviço apresenta essa informação de uma maneira diferente e você precisa analisar essas informações (o que nem sempre é fácil) para verificar se outra pessoa acessou sua conta.

Como regra geral, tome cuidado com as informações de localização exibidas pelo serviço – não é porque aparece um acesso de outra cidade (ou até de outro estado) que esse acesso é suspeito. Confira onde encontrar a informação em cada serviço:

  • Gmail - Google: Há um link no rodapé do Gmail chamado "Detalhes", logo após o texto "Última atividade da conta". Esse link abre uma janela mostrando os últimos acessos ao seu e-mail. A página da Conta Google também traz algumas dessas informações na seção "Problemas de segurança".
  • Outlook/Hotmail – Microsoft: A página Atividade Recente mostra os locais de acesso à sua conta.
  • Yahoo: A página de Atividades Recentes registra os últimos locais de acesso à sua conta.

 

Página de atividade recente da Microsoft informa sistema, navegador, IP e localização estimava de acessos à conta — Foto: Reprodução

Além disso, os próprios provedores de e-mail podem alertá-lo no caso de um login suspeito em sua conta. Esse recurso funciona muito bem se você costuma acessar seu e-mail dos mesmos locais (por exemplo, se você sempre acessa o e-mail de casa).

Se você costuma acessar seu e-mail de locais variados, usando muitas redes de Wi-Fi públicas ou da casa de amigos, as chances de você receber esse alerta são menores. Ainda assim, se for algo muito suspeito (como um acesso do exterior), é bastante provável que você seja alertado sobre isso.

 

Navegador seguro

Gostaria de saber quais são os navegadores mais seguro pra usar no desktop, na sua opinião. Além do Edge, que não podemos desinstalar. — Gilmar Araújo

Atualmente, Gilmar, todos os principais navegadores (Google Chrome, Mozilla Firefox, Microsoft Edge e Apple Safari) são bastante seguros e viáveis para uso diário. Até pouco tempo atrás, o que deixava esses programas expostos para ataques eram mais os plugins (como o caso do Flash e do Java), mas os navegadores estão abandonando essas tecnologias também e, dessa forma, fechando as brechas que elas criavam. Como o Google foi o primeiro a deixar esses plugins para trás, o Chrome tinha uma vantagem que, hoje, está menor.

Dito isto, o navegador com o melhor histórico de segurança é sim o Chrome. O navegador do Google sempre investiu pesado em segurança. De fato, em grande parte é isso que deixa o navegador "pesado" e notório devorador de memória RAM: o consumo serve para aumentar o isolamento entre os sites, o que diminui as brechas para que uma página interfira no funcionamento de outras.

Porém, se você não gosta do Chrome ou ele não funciona bem para você, a vantagem de segurança do Chrome não é, por si só, um fator que deva fazer com que você use o navegador. Ao menos, não hoje.

Em todo caso, no Chrome você pode usar o filtro de sites seguros da Microsoft, tirando proveito da mesma segurança que você teria no Edge e somando-a à proteção já embutida no Chrome.

 

Difamação no Facebook

Tenho interesse de achar uma pessoa que cometeu um crime cibernético, uma difamação contra a minha namorada. Tem como eu descobrir o IP da pessoa que fez o ataque? Pois ela excluiu a conta no Facebook. Teria como eu encontrar algum rastro? – Eduardo Benini

Eduardo, o primeiro passo é registrar um boletim de ocorrência. Sendo crime, a polícia também pode investigar.

Se você quiser lançar uma investigação particular, você precisa da ajuda de um advogado para acionar o Facebook na Justiça. Se você tiver provas do malfeito, pode usá-las pra justificar uma quebra das informações do usuário. Mesmo que ele já tenha excluído sua conta, o Facebook ainda deve guardar as informações por um tempo.

Quanto antes você agir maior será a chance de alguma informação ainda estar preservada.

 

Fonte: G1.com

Compartilhar nas redes sociais

posts relacionados

© Winsite 2012-2019. Todos os direitos reservados.

Logotipo Winsite Agência Web